23/11/2010

Imagine que você acordou, de repente, com o triplo de ódio do que o que sente normalmente. Precisa se controlar pra não sair estapeando as pessoas, e coisas simples, como a mulher no trem, que esbarrava em você toda hora porque estava tentando consertar o zíper da bolsa, te deixam absurdamente irritada. E todo objeto que você pega nas mãos, tem ímpetos de atirá-lo longe, fazendo-o estraçalhar-se por inteiro. Estou assim desde ontem. Com alguns momentos intercalados de extrema euforia ou profunda melancolia. Me pergunto se é a longa abstinência do meu remédio ou só mais uma TPM...

Ontem, depois de muito tempo, vômitei novamente. Depois de passear em lojas e não achar nenhuma blusa que me agradasse. Simplesmente porque preciso de roupas decentes pra trabalhar. E parece que tudo o que não é decotado, ou curto demais, é extremamente cafona ou absrudamente caro pro meu orçamento. Sinto ódio de ser gostosa desse jeito, parece que meus peitos não cabem em nenhuma roupa sem me fazer parecer uma vagabunda, ou, se a roupa não for justa, uma gordinha irremediável. "Gordinha" é ainda mais desprezível do que "gorda" não acham? É um eufemismo ridículo pra uma pessoa digna de pena... É, cheguei a essa conclusão... O único motivo pra se usar a palavra "gordo(a)" no diminutivo é a pena ou o desprezo pela pessoa a quem se dirige a palavra...

Sei que cheguei em casa e comi duas panquecas com suco e depois cuca com creme de leite e chocolate e leite condensado com leite com nescau... Me senti como numa compulsão verdadeira, coisa que já não sentia há anos. Aquela sensação de descontrole total, de comer para cobrir o buraco do estômago, e mesmo sem sentir o gosto de porra nehuma.

Vou até o banheiro, me sento num banquinho diante da privada e me curvo. Masturbo a garganta com a escova de dentes num ritmo frenético, e quando termino de botar tudo pra fora, o alívio que sinto pode ser comparado a um orgasmo.

Vadia. Uma vez vadia, sempre vadia. Uma vez bulímica sempre bulímica. Uma vez vadia bulímica, sempre vadia bulímica.

Hoje eu senti tanto ódio de tudo e de todos no curso... Ódio por ser a filha do supervisor da unidade e ter que dar a porra do exemplo. Ódio porque quem muito é visado não pode dar um único passo em falso. Enquanto os outros alunos ficam avacalhando e dormindo e a professora nem faz mais nada. Senti vontade de bater naqueles imbecis desgraçados acéfalos... Até que todo ódio, toda mágoa e toda tristeza acumulada culminaram num surto de choro. As primeiras lágrimas rolaram. - Professora, posso ir ao banheiro?
Chorei não choro há mais ou menos meio ano. Me senti ao menos um pouco lavada.

No mais das notícias, eu fiquei com a J* por alguns dias e depois ela não quis mais. E eu nem fiz esforço algum, também não senti nada... Depois agarrei um colega meu do curso, sabendo que ele é gay. Ele ficou comigo e tem muito mais pegada que muito cara que se diz "homem" por aí. Mesmo assim ele disse que não sente nada ficando com meninas. E que nunca nega alguém que tenta ficar com ele, porque se considera responsável pelas pessoas que gostam dele. -"És eternamente responsável por aquilo que cativaste." Ele disse. Isso sim, foi uma grande frustração, porque fiquei obcecada por ele, eu tinha ímpetos de agarrá-lo no meio da aula e ficava pensando obscenidades sem conseguir me conter. Agora já está mais ou menos superado, e estou ficando com um outro amigo do colégio. Ele é do tipo que se apega. Avisei bem a ele como eu sou, mesmo assim, tenho pena dele desde já...

Comentários

  1. huauahuahauhaaha... menina que bom q deu noticas, amo seu blog fico vindo aqui e leio releio tudo q vc escreveu... hj to feliz por nao como a mais de doze horas, pq fiz as minhas pulseirinhas... pq vc postou no blog... enfim sou como uma montanha russa, as vezes la em cima as vezes la em baixo.. espero daqui a alguns minutos nao estar pra baixo, mas enfim muito bom tu ter aparecido some nao princesa..
    um chero bem gostoso pra ti...

    ResponderExcluir
  2. Fico triste por saber que está vomitando novamente ;(, mas quem sou eu pra dizer algo neh?
    Espero melhoras no mal humor xD

    ResponderExcluir
  3. TPM é TPM, bem temos o mesmo problemas com os seios.
    ja me chamaram até de puta sofisticada, pelos seio enormes acomodados em uma blusa decente.

    e isso nos deixa com a senssação de sermos mais gordas.

    nem me lembro a ultima vez q vomitei....as vezes usamos isso de consolo em certos caso...

    Rose spero q esteja tudo bm com vc.

    tou passando pra dizer q tou voltando.

    bjim pra ti e se cuidah*_*

    ResponderExcluir
  4. Oii Flor...

    não sei se lembra, é a Sonhadora... passe pra ver como estas, espero que esteja bem =D..

    Saudades...

    Beijo ..

    ResponderExcluir
  5. Eu tinha perdido o seu link!! me perdoa
    esta link de novo
    mt força
    meu amor
    bjos

    ResponderExcluir
  6. oi borboleta cade vc?
    voltaaaa... some não
    bju..

    ResponderExcluir
  7. Demorei mas vi que vc deu notícias.
    Amora apareça mais!! Vc faz falta.
    Olha, tô passando pra te desejar o melhor pra 2011!

    beijo enorme!

    ResponderExcluir
  8. Oii linda, é a Sonhadora, lembra ?
    cade tuu ? ta bem? volta logo .. saudades.. Bjs..

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixem seu cheirinho, princesas ♥

Postagens mais visitadas deste blog

23/05/2016

12/11/16

02/12/2009