Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

21/12/2009

Imagem
Olá...


Perdão pelo sumiço, não tenho sido uma amiga presente na vida de vocês nos últimos dias, mas penso muito em vocês todos os dias, isso é fato...


A verdade é que ando meio cansada... Tanto psicologicamente quanto fisicamente. Fisicamente é trabalhar, lavar a louça, jogar RPG, caminhar pra caramba ou andar de bicicleta e... Fazer sexo (essa parte está ótima, graças a Deus! rsrsrs). E psicologicamente acho que estou tão cansada que acabei entrando em algum tipo de "modo automático". Já não penso mais muito em comer ou vômitar, fazer ou não fazer... Simplesmente faço e pronto. Depois não sinto culpa, nem remorso. Antes não sinto receio. Tenho comido demais, sim, muito. E nem sempre tenho vômitado, já que fui proibida de trancar a porta do quarto e a porta do banheiro está com um problema no trinco (sim, sou muito azarada). Da última vez que me pesei (e isso foi há uma semana atrás) eu estava com 47,05 Kg. Ou seja: Eu havia engordado 400 g. Desesperador. E mesmo assim, sempre…

11/12/2009

Segunda-feira à noite eu ainda comi peixe-frito com maionese. Depois comi pão com maionese e molho shoyu. Daí comi mais uns pedaços das barras de chocolate. E vômitei num saco, no meu quarto.


O passeio de terça-feira estava chato. Estava frio para um passeio no parque aquático e eu passei o dia batendo os dentes. De manhã bebi refrigerante, comi duas bolachas trakinas, um punhadinho de doritos e duas dentadas de torrada. No almoço comi o resto das barras de chocolate, uma pizza de calabresa pequena~média inteira e bebi uns três copos de suco. Depois vômitei. Na volta para o colégio comi bastante fandangos, meio pacote de trakinas e bebi mais um ou dois copos de suco. Não vômitei.


Quando estava vindo para casa, encontrei o I* e fui pra casa dele, fiquei lá até umas 20 horas.


Eu não me lembro o quê nem o quanto comi na quarta-feira, mas sei que comi bem mais do que deveria e dei um jeito de vômitar em algum lugar, talvez até mais de uma vez.


Ontem eu bebi dois copos de suco pela manhã. À ta…

07/12/2009

Imagem
Meninës do meu coração, tenho muita coisa pra contar, então vou começar logo... Post MUITO longo.


Sexta-feira passada, fui na aula pela primeira vez na semana. Me pesei na farmácia antes de entrar no colégio: 46,75 Kg. Saí dos 47 o/ Durante a manhã comi 5 Trakinas de chocolate e uns dois copos e meio de Coca normal. Durante a aula, o T*, um amigo meu e do I* me falou que o I* estava gostando de mim. E perguntou se eu ficaria com ele. Eu disse que sim, mas que tinha medo porque ía acabar enjoando dele como tinha enjoado do F* e não era justo eu machucar mais uma pessoa. Depois da aula fiquei com o F* até 13:10 mais ou menos e depois fui para o salão... Estava um movimento do caramba lá e eu só saí umas 23 horas. Mas lucrei quase trinta reais xD Uma cliente me olhou enquanto eu fazia suas unhas e disse: "Seus peitos são naturais?" e eu "Sim, porquê?" e ela "Ahh, é que você é magrinha... Os meus são siliconados..." e daí eu disse que pensava em tirar um pouco…

03/12/2009

Está tudo uma bagunça na minha vida...


Vou contar tudo...


Quarta-feira... Isso foi ontem? Parece que foi há séculos...
Minha mãe não estava com fome, então eu trouxe a comida para o quarto. Mastiguei tudo e cuspi numa sacola. Coloquei no lixo. Quando eu saí do quarto para estender umas roupas, ela entrou. Ela revirou o meu lixo. Eu não sei como ela desconfiou. O fato é que ela achou as sacolas de vômito/comida mastigada. Foi terrível. Ela ficou desesperada, me xingou... Perguntou porque eu mentia tanto pra ela... Porque eu queria me matar desse jeito... Ela falou que eu já estava magra demais... Disse que quando olhava para mim enxergava um cadáver (o que convenhamos: é impossível com um IMC de quase 21.) Por fim ela disse que ía fazer mais salada e faríamos uma dieta juntas...


Ela queria que eu comesse um stake ao menos... Eu já estava nervosa... Disse que comia algo salgado se à noite ela fizesse brigadeiro. ("WHAT A FUCK, ROSE?" vocês devem estar pensando...) Ela aceitou. Ela…

02/12/2009

Ontem eu pretendia fazer nf, mas acabei bebendo uma caneca de café preto com 5 col. (chá) de açúcar. E lá se foram 100 Kcal.


Eu estava conversando com um amigo no msn e quando saí do quarto deixei a janela aberta. Minha mãe veio ler a conversa e descobriu que eu fumo. Ela não ficou exatamente brava, mas sim decepcionada/aborrecida/triste/preocupada. E eu não sei o que é pior. Ela disse que não vai contar pro meu pai, mas vai me cheirar quando eu chegar em casa. Ela quer que eu pare. Mas eu não quero parar. Óbvio que não disse isso a ela.


À noite eu fui jogar RPG na casa de um amigo. O F* foi também. Ele estava normal. Insistiu que fim de semana o problema dele era só dor de cabeça. MUITA dor de cabeça... Vou deixar as coisas assim e ver o que acontece .-.


Eu fumei. Dois cigarros. Depois bebi uns dois goles de Chimarrão e um gole de Pepsi pra tirar o gosto. No fim quando cheguei em casa minha mãe nem se lembrou de me cheirar.


À noite mastiguei uns pedaçinhos de frango empanado, dois cachor…

01/12/2009

Primeira parte. Escrito às sete horas da manhã do dia 30 de novembro de 2009.


Olá!


Hoje queria agradecer em especial à Hell, que ficou ouvindo minhas lamúrias e me aconselhando em pleno domingo pela manhã... Obrigado!


Dormi até às 14 horas. Me acordei e continuava mal. Mentira, eu estava pior, agora além de tudo sentia um mal-estar físico, tipo sintomas de resfriado. Falei pra minha mãe e disse que não queria comer. Ela não me obrigou.


Falei normalmente com o F* pelo msn um pouco e pedi para ele me ligar caso os guris fossem jogar hoje à tarde. Bebi meio copo de suco com um anti-gripal e me deitei.


Acordei lá pelas 17 horas com uma ligação do F*. Iriam jogar. Ele ía me encontrar na metade do caminho. Fui correndo tomar banho, me arrumei e saí. Disse para minha mãe que eu não estava com vontade de comer comida, mas que tomaria um café na casa do meu amigo. Ela chiou um pouco. Uma amiga dela estava aqui em casa e minha mãe começou a lamúria "Ela está muito magra... Perdeu um quilo atrás…