04/08/2013

Estou exausta. Não sei se alguém ainda irá ler isso ou lembrar-se de mim...
Muita coisa mudou na minha vida. Saí da casa dos meus pais e agora moro num apê no centro da capital, dividindo com uns conhecidos... Trabalho de garçonete 6 dias por semana e muitas vezes faço turnos dobrados. Cheguei ao ponto de entrar pra trabalhar às 9:00 da manhã, fazer 3 horas de intervalo no meio da tarde e sair à 1:30 da madrugada. Tranquei o semestre passado por causa do trabalho, mas volto às aulas esta segunda... Fiquei com várias pessoas, mas acaba nunca dando certo, porque acabo enjoando de transar muito tempo com uma única pessoa. Estou pesando 53,80 Kg, o que para minha altura (1,52 m) é muito mesmo. Em minha pior crise anamia cheguei a pesar menos de 45 Kg e sinto saudades desta época. Às vezes penso em emagrecer, mas sei que isso não vai me fazer feliz. O que preciso não é ser magra, é ter um sentido para a minha vida e de certa forma, uma forma horrível, muitos dirão, este vício em "dietas" e emagrecimento me dava um motivo para levantar todos os dias. Entretanto, com o estilo de vida que tenho hoje seria muito mais difícil, pois é muito cansativo. Às vezes mal consigo dormir, nunca tenho tempo para descansar direito. Sinto-me exausta, fisicamente, mas principalmente psicologicamente. Estou estressada, cansada e frustrada com tudo... De certa forma consegui tudo o que queria: Independência, a faculdade, morar sozinha, no centro da capital, tenho ganhado mais de R$ 2.000,00 por mês, o que considero bastante para alguém que só tem o ensino médio completo (mas há que se observar que desde que saí de casa sempre devo mais do que ganho...)
Enfim, tô afim de começar uma dieta, mas totalmente desmotivada, pois toda vez que me sinto sozinha, vazia, frustrada, triste, vou lá e como, e como, e como... E de certa forma isso me alívia... Até que eu precise encarar um espelho novamente =/
É tão vazio, triste e solitário aqui dentro... De mim.

Comentários

  1. OH MEU DEUS ROSE! Achei que vc tinha ido embora pra sempre! Poxa faz muito tempo que vc não vem por aqui, e eu entendo já que parece que sua vida está bem corrida. Eu sinceramente não sei o que te dizer uma vez que me sinto exatamente da mesma forma, vazia, mas ao contrário de vc eu só me afundei mais na Ana.... o que não é um motivo de orgulho... Nem sei se vc lembra de mim mas quero que saiba que eu te apoio independente das suas escolhas e que eu estou torcendo pra tudo dar certo na sua vida, eu espero de verdade que vc se sinta bem e feliz!!!!
    Mil beijos flor, se cuida!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que bom ver algo seu!
    Gastar mais do que ganha é uma história que eu vejo acontecer tanto que eu fico impressionada... É quase impossível contentarmos com o que temos, não sei porque.
    Temos quase a mesma altura (eu tenho 1,50, não reclame dos seus 2 cm a mais.. rs) e quase o mesmo peso (eu, 52). Sei exatamente o que você sente com relação á época da doença. Também acho que eu era mais feliz com 46kg, mas não tenho vontade de voltar àquela loucura toda.
    Acho que nós duas precisamos estabelecer um objetivo de vida que não seja auto destrutivo. Estávamos melhores porque, bem ou mal, estávamos lutando por algo em que acreditávamos, tínhamos um objetivo a alcançar, não acha?
    Estou falhando miseravelmente nessa ideia de conseguir outro objetivo e lutar por ele, mas acho que seria esse o caminho... tenta também :)

    Some mais assim não?

    Se cuida.

    ResponderExcluir
  3. Nossa tmb achei que vc nunca mais apareceria...
    Bom saber que ainda tah ai...

    Saudades... e Força miga conta comigo.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga
    Boa tarde!
    Visite o meu site e saiba o que aconteceu conosco.
    A minha filha faleceu vítima da desnutrição.
    Visite o site e deixe a sua sugestão.
    Fique com Deus
    Carlos
    www.aanorexia.net

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixem seu cheirinho, princesas ♥

Postagens mais visitadas deste blog

12/11/16

23/05/2016

02/12/2009